TEXTO DA FAIXA ESTATICA 1

TEXTO DA FAIXA ESTATICA 2

TEXTO DA FAIXA ESTATICA 1

COBOGÓ NA FEIRA DA USP -50% EM TÍTULOS SELECIONADOS

ROTATIVA

Rotativa

TEXTO DA FAIXA ESTATICA mobile

TEXTO DA FAIXA ESTATICA mobile

ESTATICA mobile1

ESTATICA mobile 2

ROTATIVA MOBILE 0

ROTATIVA MOBILE 2

ROTATIVA MOBILE 1

ROTATIVA MOBILE 4

ROTATIVA MOBILE 5

Sacola

Nenhum produto encontrado.

Carlos Bevilacqua

Carlos Bevilacqua nasceu em 1965, no Rio de Janeiro. Depois de estudar arquitetura, foi para Nova York, onde cursou a New York Studio School of Painting, Drawing and Sculpting, de 1991 a 1993. Participou de exposições coletivas no Brasil e no exterior, como Rio Hoje, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – MAM Rio (1989); Home Alone, no East Village, em Nova York (1993); Escultura Carioca, no Paço Imperial, no Rio de Janeiro (1994); Passaporte Contemporâneo, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – MAC USP (2003); Desejo da Forma, na Akademie der Künste, em Berlim (2010); e Lugares do Delírio, no Museu de Arte do Rio (2017). Entre as individuais mais recentes, estão Dois (2010); Oceano Branco (2013); e Let it Go (2015), na Galeria Fortes Vilaça (hoje, Fortes D’Aloia & Gabriel), em São Paulo. Ganhou prêmios, como o II Prêmio Itamaraty de Arte Contemporânea, em Brasília (2012). Suas obras integram coleções públicas, como as da Funarte (Rio de Janeiro), de Inhotim (Minas Gerais), do MAM Rio (Rio de Janeiro) e do MAC USP (São Paulo). Atualmente, Bevilacqua vive e trabalha no Rio de Janeiro.

Quer receber novidades e

promoções da Cobogó?

Configure seu perfil e cadastre-se em nossa newsletter!

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse:

Editora Cobogó usa cookies para personalizar a comunicação e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.